21.8.08

depois de. um cão.


depois da tempestade uma acalmia

fria

igual ao espaço branco do meu corpo

a azular com as luzes dos faróis


quem partiu
tu ou eu?

ficámos a meio caminho de tudo

desertos no deserto



um cão atravesssa. a correr. o areal

há vida

para lá do real que é não senti.la.





fotos -After the Storm Rebuketheworld
e de Yuri Bonder

5 comentários:

gabriela rocha martins disse...

ah se Pan falasse...............!
gosto deste teu novo visual e muito mais do que ele encerra

.
um beijo "q"

D. disse...

Sim.

D.

poetaeusou . . . disse...

*
mundo cão,
,
lembrei . . .
,
*

hfm disse...

Obrigada pela visita. Gostei de te descobrir. Voltarei.

aya disse...

Excelente...tudo!