13.9.08

segui.te. encontrei.me



andei. te

no encalço

seguias de noite. seguias descalço

fugias

fugias das horas

de todo o cansaço

do uso de esporas


está o cavaleiro mais liberto

que o animal que monta a rigor?

segui. te

encontrei o traço deixado

em chão


passos teus?

só se pelo silêncio



porque no regresso cabiam lá dentro

como por medida

descalços

os meus.




foto By Piotr Krzaczkowski

10 comentários:

gabriela rocha martins disse...

um regresso em pleno
no entanto ,sem espanto

BELíssimo



.
um beijo

TCHI de Tchivinguiro disse...

Passos, com(passos) que abrem caminho.

maria josé quintela disse...

belíssimo


este encontro.

D. disse...

Dissestes aqui palavras que eu quis dizer cá.

D.

Teresa Durães disse...

o encontro do eu?

poetaeusou . . . disse...

*
são trilhos deixados
em descalços silêncios . . .
,
saudações,
,
*

José Miguel Gomes disse...

Belo... (não consigo, não me ocorre outro termo)... Belo...

Fica bem,
Miguel

Betty Branco Martins disse...

.olá Pan






.cheguei!!!_______das minhas férias:)


obrigada pela visita.e pelo carinho da leitura.e.da.palavra


.agora é só mesmo um___olá!
volto mais tarde para ler e comentar








beijO_____C_____carinhO

D. disse...

Dscalços.!

D.

Pan disse...

Obrigado.

Desculpem só vir agora mas tenho vida comparável à de vendedor ambulante e a inspiração também tem sido pouca.

Resto de boa semana.